O meu gato está gordo?
Cuidados básicos

O meu gato está gordo?

Voltar atrás
Olhas para o teu gato e adoras vê-lo feliz como ele é, e então pensas “será que não engordou um bocado?” O excesso de peso e obesidade dos gatos é um tema bastante atual. As razões disto têm a ver com o fato de os gatos terem vidas sedentárias e, em muitas ocasiões, descuidamos a sua alimentação e damos-lhes comida desadequada. Se te questionas se o teu gato está gordo, iremos dar-te toda a informação sobre este tema e como podes pôr um travão ao excesso de peso. Isto é muito importante, pois um gato gordo terá tendência a desenvolver doenças que podem reduzir a sua esperança e qualidade de vida.

Causas e consequências do excesso de peso nos gatos

A obesidade define-se como a acumulação de tecido adiposo (gordura) no corpo. Ainda que ao princípio não pareça ser algo preocupante, a acumulação de gordura ligada ao excesso de peso pode levar a mudanças no corpo e no organismo, que por sua vez pode desenvolver riscos para a saúde do teu gato.  

Quais são as causas?

Existem diversos motivos para o teu gato possuir excesso de peso. Os mais comuns são:

  • Esterilização. Está comprovado que os gatos esterilizados tendem a engordar. Isto deve-se a uma diminuição na produção de hormonas sexuais que provocam um abrandamento do seu metabolismo basal, com consequência para o aumento da gordura corporal e diminuição da massa muscular. Além disso, a redução de hormonas sexuais devido à esterilização favorece o aumento do apetite, através de mecanismos não totalmente conhecidos, e diminui a atividade física do teu gato. 
  • Desequilíbrio entre o consumo energético e a queima de calorias. Isto é, o teu gato come muito e mexe-se pouco. 
  • Alimentação desadequada. Às vezes temos tendência a alimentar o nosso gato sem pensarmos que ele cresce e que as suas necessidades mudam. É necessário adaptar a dieta às suas necessidades nutricionais
  • Sedentarismo. Ainda que coma de forma correta, mas na verdade não se mexe muito, pode fazer com que o teu gato possa engordar pouco a pouco sem que te dês conta.  
  • Desequilíbrios hormonais
  • Genética. A obesidade também pode ser herdada e pode estar associada a algum problema genético. 
  • Fármacos 
  • Stress por mudanças na sua rotina. Isto acontece em casos excecionais em que o gato se isola e tende a comer mais. 

Quais são as consequências?

As consequências relacionadas com o excesso de peso do teu gato podem minimizar a sua qualidade de vida. Estas são as mais comuns:

  • Doenças metabólicas como as diabetes
  • Doenças cardiorrespiratórias
  • Transtornos na reprodução. 
  • Alterações hepáticas como o fígado gordo
  • Problemas urinários, musco-esqueléticos e dermatológicos.
  • Neoplasia.
  • Riscos caso seja necessária uma anestesia. 
  • Intolerância ao calor e ao exercício. 


Como saber se o teu gato está gordo?

Ainda que não haja uma medida standard que possa definir o excesso de peso em gatos, podes sempre apalpar o seu tórax e ver se consegues sentir as suas costelas ou, se pelo contrário, notas que tem gordura a mais.  

O veterinário pode dar-te algumas tabelas para o peso ideal do gato segundo o seu tamanho e raça. Se alcançar entre 10% a 20% a mais do peso marcado, tem excesso de peso, enquanto que se possuir mais de 20%, tem obesidade. 

Como evitar o excesso de peso?

Há várias coisas que podes fazer para controlar o excesso de peso do teu gato. Estas são algumas: 

  • Faz uma avaliação veterinária para descartar a existência de doenças, como aquelas que já mencionámos. Se existir alguma, o veterinário aplicará o tratamento adequado. 
  • Escolhe o seu tipo de alimentação tendo em conta a idade, tamanho, estilo de vida e raça. Vai racionado a sua comida segunda as orientações da embalagem ou como o indicado pelo teu veterinário. Evita ao máximo dar-lhe petiscos e recompensas. Se o teu gato está esterilizado, o melhor será optar por uma alimentação adaptada, como a que oferece Ultima Esterilizados. Esta alimentação irá cobrir as suas necessidades nutricionais e controlar o peso. 
  • Fomenta a atividade física. Brinca com ele, saiam juntos a passear, monta arranhadores com diversos níveis que o incitem a mover-se, etc. Podes fazer brinquedos caseiro como túneis, bolas de papel para perseguir, etc. Deixa a sua comida numa zona que tenha que saltar para chegar até ela e usa sistemas de alimentação interativos que guardam a comida no seu interior – mantendo o teu gato ativo no momento de comer. 

Como pudeste ler, o excesso de peso pode ser perigoso para o teu gato. Tens que o evitar a todo o custo! Se achas que o teu gato está gordo, lembra-te que a alimentação, o exercício e prevenção de doenças são o mais importante. Se tens dúvidas sobre o seu peso, consulta o veterinário.  

 
 

Compartilhar no