Gatos recém-nascidos: guia completo de cuidados essenciais
O meu primeiro gato e eu

Gatos recém-nascidos: guia completo de cuidados essenciais

Voltar atrás
Queremos acompanhar-te nesta nova etapa da tua vida, oferecendo-te conselhos sobre os cuidados que os gatos recém-nascido precisam. Tem em conta que os teu pequenos companheiros requerem cuidados especiais desde o seu nascimento, desmame e até que possam valer-se por si mesmo. Presta atenção a todas as suas necessidades (alimentação, higiene, lar). Observa como crescem felizes e protegidos

Como cuidar de gatos recém-nascidos entre 0 a 3-4 semanas?

Os gatos recém-nascidos encontram-se na sua etapa mais crucial e complicada. Não regulam a temperatura e precisam de estimulação para urinar e defecar, como veremos de seguida. Neste momento dependem totalmente da sua mãe e, na sua ausência, de ti ou da tua família. 

À medida que passem os dias irás ver mudanças transcendentes no seu comportamento

  • De 0-4 dias. Os gatinhos nascem cegos e surdos. Ainda conservam o cordão umbilical.
  • De 5-6 dias. Ainda não abrem os olhos. O seu movimento é torpe e muito reduzido. Já não têm o cordão umbilical. 
  • Antes dos 9 dias. Começam a ouvir.
  • Entre os 9-12 dias. Os seus olhos abrem-se.
  • Entre os 7-14 dias. Já se arrastam um bocado.
  • Entre os 14 aos 21 dias. Começam a caminhar
  • Às 3 semanas. A sua dentição começa a formar-se.

Cria o espaço adequado para os teus gatos recém-nascidos

Necessitam que o ambiente que os rodeia seja confortável e que se sintam protegidos. Tomas em atenção os seguintes pontos:

  • O seu canto. Nesta etapa os gatinhos dormem muito, cerca de 80% do tempo. Daí que o lugar de descanso apropriado para os gatos entre 0 a 3-4 semanas de idade, seja um quarto tranquilo e com poucos ruídos
  • A sua cama. Podes escolher uma caixa cómoda com limites altos ou uma transportadora. Assim irás evitar que saiam desse lugar e manter-se-ão quentes. Isto é fundamental, se escaparem a sua temperatura irá baixar. 
  • A sua temperatura. Os felinos de 0 a 3-4 semanas podem sofrer de hipotermia porque não são capazes de regular a sua própria temperatura. Não devem estar em contacto direto com uma fonte de calor. Podes tapá-los com mantas ou envolver uma bolsa/garrafa de plástico com água morna, evitando queimaduras. As mantas elétricas não são adequadas, pois podem provocar queimaduras. 

A alimentação dos gatinhos entre as 0 a 3-4 semanas de vida

A nutrição é saúde. Convém escolher um leite especial para gatinhos. Lembra-te que outro tipo de leite pode não cobrir as suas necessidades a 100%.

Por exemplo, o leite de vaca é baixo em energia e não cobre os requisitos de cálcio, gordura e proteína.

Apresenta 27% de proteína bruta comparado com o leite de gata que possuí 40%. Além do mais, o leite de vaca pode provocar diarreia ao gatinho

Revelamos aqui alguns conselhos para uma correta alimentação:

  • Escolhe uma tetina para o biberon adequada ao tamanho do gatinho. Deixa as seringas para uma urgência, pois o gatinho pode-se engasgar com elas.
  • No começo comerá a cada 2-4 horas (incluindo à noite). O leite deve estar a uma temperatura de 35-38 graus. O gatinho tomará quantidades reduzidas devido ao tamanho do seu estômago (é muito pequeno e enche facilmente). As ingestões irão espaçando à medida que cresce e irá ingerir mais quantidade de comida de cada vez.  
  • Posiciona o teu gatinho como se estivesse a mamar da sua mãe: numa superfície plana, apoiado sobre o seu peito e de cabeça levantada. Simula uma posição de lactante normal. Coloca o biberon na horizontal ou um pouco inclinado com a tetina para baixo

Como deve ser a higiene dos gatos desde o momento em que nasce até às 3-4 semanas?

Os gatos que acabam de nascer não são capazes de urinar e defecar por si mesmos. Apenas começarão a controlar os seus dejetos às três semanas de vida. Até esse momento é a sua mãe que os estimula, lambendo a zona genital e anal.  

Para assegurar a sua higiene, segue estas orientações simples:

  • Passa suavemente uma gaze humedecida, mas enxaguada, pelo abdómen, assim como pelas zonas genitais e anais do teu gatinho. Deste modo conseguirás que ele urine uns segundos. Poderá defecar apenas uma vez por dia. No entanto, se passar mais de um dia e meio sem que o faça, procura um veterinário. Sendo tão pequeno, a prisão de ventre poderá ser um problema fatal. 
  • Mantém-no seco. A convivência entre vários felinos recém-nascidos pode trazer sujidade, pois podem urinar e defecar entre eles enquanto se roçam. Limpa os teus pequenos gatinhos com um pano húmido e de seguida seca-os com um pano suave. Assim conseguirás que a sua temperatura não baixe. 
Gatos recém-nascidos: guia completo de cuidados essenciais

Que cuidados necessitam os gatos com 3-4 semanas a 8 semanas de idade?

O gatinho começa a ficar grande. Agora começará a regular a sua temperatura, a explorar o mundo e verás os seus primeiros dentes! Este é o momento para novas dinâmicas e aprendizagem contínua. 

  • Ajuda-o a que faça a sua higiene por si mesmo. Apresenta-o a uma caixa de areia e estimula-o a que urine quando o ponhas nela – ou então surpreende-te com as suas habilidades! Sabias que a maioria dos gatinhos aprendem a usá-la sozinhos? 
  • Muda a sua alimentação. Os gatos com 3-4 semanas começam a comer sólidos e reduzem a toma de leite, mais ainda necessitam dele. Oferece-lhe ração húmida ou seca, adequada à sua idade – como o Ultima Junior, humedecido com água tépida ou leite especial.
  • Incentiva-o à exploração. Podes organizar um espaço específico, como um parque de bebé ou então, um quarto sem objetos perigosos.
  • Diz olá ao desmame. O teu gatinho irá tomar menos leite e comerá mais alimentos sólidos, isto até às 8 semanas. Por volta dessa idade completará a dentição e chegará o desmame definitivo. Já será capaz de comer a ração por si mesmo, assim que não será necessário que humedeças a comida. 
  • Começa a sua vacinação e desparasitação. Este é o momento de fazer uma visita ao veterinário. 

As primeiras semanas dos gatos recém-nascidos são as mais complicadas. No entanto, são vitais para que os possamos ver crescer com saúde. Gostamos muito de estar do teu lado e contribuir para o bem-estar do teu gatinho!

Compartilhar no