Como passear o teu cão: conselhos e recomendações
Compreender melhor o seu animal de estimação

Como passear o teu cão: conselhos e recomendações

Retorna
Passear com o teu cão pode ser um prazer diário ou um suplício constante. Tudo dependerá de como seja o teu cão e como fazes a gestão do seu temperamento. Para que os vossos passeios sejam tranquilos e agradáveis, a Ultima preparou alguns conselhos práticos. Primeiro de tudo, é importante que entendas a importância de passear o teu cão diariamente. Isto ajudará a planear passeio de qualidade, aumentando o vosso bem-estar.

Porque deves passear o teu cão todos os dias?

É imprescindível que o teu cão saia a passear todos os dias, independentemente de viver num apartamento ou numa casa com jardim. Esta regra é válida para todas as raças e tipos de cães, seja de que tamanho forem. 

Deve ser claro que não existem “cães de apartamento” que não precisem de passear. Todos os cães, sem exceção, necessitam do exercício físico e mental que os passeios podem proporcionar. 

Passear o cão não serve apenas para que ele vá à rua urinar ou defecar.

O passeio é muito mais do que isso: trata-se de uma oportunidade diária do teu cão se relacionar com o mundo exterior. Ele poderá descobrir com o olfato, exercitar a sua mente e entrar em contato com todo o tipo de estímulos. O passeio também permite que o teu cão de relacione com outros animais da sua espécie e que se mantenha em forma fazendo exercício físico. 

Passear com o teu cão, proporciona-lhe:

  • Bem-estar físico
  • Bem-estar psíquico 

No entanto, nem todos os cães disfrutam de igual modo os passeios. Em algumas ocasiões, existem problemas de comportamento como o medo ou a agressividade para com outros cães ou pessoas – o que irá prejudicar a qualidade dos passeios. Nesses casos, será necessário abordar a origem do problema através do conhecimento profissional em etologia canina. 

Passeio de qualidade versus passeio de quantidade

O que conta não será tanto o número de passeios diários ou a sua duração, mas sim a qualidade destes. 

Um passeio de qualidade é aquele em que o cão desfruta, relaxa e exercita o seu físico e a sua psique

Toma nota das seguintes recomendações:

  • Assegura que o teu cão sai de casa num momento em que esteja relaxado
  • Permite que ele explore o ambiente que o rodeia com liberdade: mesmo que o passeies com uma trela, deixa-o cheirar tudo o que quiser. 
  • Leva-o a lugares que ele goste. 
  • Se o teu cão se dá bem com outros cães, deixa-o brincar e socializar com eles. 
  • Aproveita o passeio para recompensar o seu bom comportamento. 
  • Adapta o ritmo do passeio à sua idade e estado de saúde.  
     

Passear o teu cão sem puxões

O passeio de um cão deveria ser sempre um momento para ambos disfrutarem. No entanto, às vezes as situações complicam-se e, por circunstâncias adversas, o passeio converte-se num puxa e empurra bastante aborrecido – tornando-se fonte de arrelias tanto para o dono como para o cão. 

Para que possas solucionar este problema é muito importante que identifiques a causa concreta que está a impedir o teu cão de passear tranquilamente. Quando saibas o motivo deste problema, poderás pôr em prática a solução mais adequada. 

Se o teu cão puxa muito a trela durante os passeios, talvez se deva às seguintes causas: 

  • Tem medo de algum estímulo presente no ambiente que o rodeia: sobretudo nas cidades, alguns cães mais medrosos ou que não tenha tido um bom período de socialização, podem sentir-se intimidados pelos carros, as pessoas…etc. 
  • Não se dá bem com outros cães: passear um cão com problemas de agressividade dirigida a outros cães, poderá ser um transtorno difícil. . 
  • Fica demasiado excitado para chegar ao parque quanto antes: isto pode ocorrer em cães mais jovens ou muito ativos. . 
  • Ainda é um cachorro: é normal os cachorros puxarem a trela, pois estão a explorar e a descobrir o mundo. 
  • Sente-se inseguro quando vai passear a um lugar que não conhece. 

Uma vez que identifiques a causa pela qual o passeio com o teu cão se torna um duelo de forças, poderás aplicar uma das seguintes soluções: 

  • Se o teu cão possui problemas de medo ou agressividade, a melhor solução é contatar um etólogo canino. Cada situação é diferente e não é possível estabelecer tratamentos generalistas. 
  • Se o teu cão não sabe controlar a excitação, então deves começar a praticar exercícios que o ajudem a relaxar antes do passeio. Também poderão ser aplicados para o dia-a-dia do cão. 
     

Como conseguir a tranquilidade do teu cão

Tal como acontece com as pessoas, existem cães mais nervosos e outros mais tranquilos. Além do mais, a idade também um fator que irá pesar na sua personalidade. 

Se o teu cão é jovem ou inquieto por natureza, o nosso conselho é iniciares quanto antes um plano de exercícios. Este irão ajudá-lo a melhorar o seu autocontrolo, beneficiando os passeios, assim como outras situações da vida quotidiana. 

Aqui tens alguns exercícios simples que poderão ajudar o teu cão:

  • Pede ao teu cão para “sentar” ou “deitar”. Dá-lhe uma recompensa se ele obedecer. Vai aumentando o tempo de espera entre a ordem de “sentar” ou “deitar” e a entrega da recompensa. Dá-lhe a recompensa apenas se estiver tranquilo. 
  • Quando chamares o teu cão para irem passear, mantém um tom de voz tranquilo e que incite à calma. Não abras a porta da rua até que ele esteja relaxado. Repete este exercício tantas vezes quanto forem necessárias, até que o teu cão entenda que ladrar e saltar não leva recompensa. Tens de ter paciência, pois este exercício pode ter que ser repetido várias vezes para surtir efeito. 
  • Podes utilizar a lógica do exercício anterior em qualquer situação do dia-a-dia em que o teu cão esteja demasiado excitado (ou insistente) para conseguir algo que quer)
Como passear o teu cão: conselhos e recomendações

Durante o passeio

Uma estratégia que geralmente não falha, será explicar ao cão que não deve puxar a trela e parares cada vez que haja uma tensão na trela – pedindo-lhe que volte para o teu lado. Quando ele estiver parado ao teu lado, podes continuar a caminhar. 

Para que este exercício funcione deves ser constante e não ceder ao comportamento do teu cão. 

No momento de passeares o teu cão, ao mesmo tempo que realizas os exercícios já descritos, poderás usar arneses/trelas anti puxão. Este tipo de trela não magoam o cão e geralmente são bastante eficazes.  

Evita os colares com picos ou de estrangulamento. Estes são nocivos para a saúde do teu cão e estão proibidos por lei em muitas comunidades.

Lembra-te de levar guloseimas contigo para recompensar o teu cão quando se porte bem durante o passeio. Felicitares ou dares festas ao teu cão também são formas maravilhosas de o recompensares. 

Compartilhar no